Continua após a Publicidade

Final de temporada e o Flamengo já começa a pensar em 2021. Após um ano decepcionante, com eliminações na Copa do Brasil e na Libertadores, o time começa a remodelar seu elenco, cortando gastos e pensando em um grupo mais enxuto.

Com as eliminações no mata-mata para Racing e São Paulo, o Rubro-Negro sentiu um baque, acima de tudo, financeiro. O clube deixou de arrecadar quase R$ 50 milhões. Dinheiro esse que estava previsto no orçamento, já que a expectativa da equipe carioca era de chegar até a final da Copa do Brasil e à semifinal da Libertadores, recebendo as premiações correspondentes.

Continua após a Publicidade

A queda das receitas de premiações, aliado ao rombo nas finanças deixado pela pandemia, fizeram com que o Flamengo sentisse, pela primeira vez em algum tempo, os efeitos de ter um bolso um pouco mais apertado.

Assim, alguns nomes do elenco “milionário” montado pelo clube já encabeçam uma lista de quem não deve ficar para 2021, para que a equipe consiga equilibrar suas finanças. Enquanto Pedro, artilheiro do time em 2020 e querido pela torcida, teve a permanência garantida – o Rubro-Negro pagará R$ 87 milhões por três anos pelo atacante -, outros terão que abandonar a Gávea.


Arrascaeta, Suárez e Son são os três finalistas do Prêmio Puskás; veja gols


O principal nome da lista é Diego Alves. Ídolo e goleiro titular nos títulos de 2019, o jogador não chegou a um acordo para renovar seu contrato com o Flamengo, que vai até o final de 2020. Com uma pedida considerada alta pela diretoria, o atleta deve retornar à Europa e não ficará para o ano que vem. O clube, então, deve ter Hugo Souza, o “Neneca”, como titular da posição para a próxima temporada.

Outro jogador que recebe um grande salário e não permaneçará para 2020 é Pedro Rocha. Contratado por empréstimo para ser o reserva imediato de Bruno Henrique no ataque rubro-negro, o velocista não conseguiu encaixar uma sequência de partidas, sofrendo com lesões. Mesmo com o interesse do atacante de ficar – e o Spartak estando de acordo com a renovação do empréstimo -, devido ao seu alto salário, ele será mais um que deixará a Gávea.

Lincoln, afastado do grupo e treinando junto com a base, também deve ir embora assim que chegar uma proposta vantajosa para ambas as partes. O atacante não rendeu como se esperava após subir como uma grande promessa e não deve ficar. Léo Pereira, especulado no Benfica, é outro que pode deixar o clube caso apareça uma oferta interessante.

MuralhaRonaldo e Rafael Santos, emprestados até o final de seus contratos, não irão retornar. Em contrapartida, Yuri César, jovem importante no Fortaleza de Ceni, deve voltar para compor elenco. Essa é a ordem no Flamengo: substituir peças caras e improdutivas por jovens da base, com a ascensão de nomes como Natan, Ramon, Hugo Souza, entre outros. Resta saber se a estratégia dará certo.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui