Continua após a Publicidade

O Flamengo apresentou ontem à Justiça do Rio uma ação de execução contra a empresa Union Life, que patrocinou o clube de outubro de 2020 até fevereiro desse ano. A ação serve para cobrar os valores não recebidos no contrato, além da aplicação de multa e juros. O total cobrado é de R$ 4.468.132,65.

O acordo com a Union Life previa a exposição da marca da empresa no calção do uniforme rubro-negro. O contrato tinha valor total de R$ 4,2 milhões, com o pagamento de 15 parcelas mensais de R$ 280 mil.

Continua após a Publicidade

O problema, segundo o Flamengo, é que o parceiro não honrou nenhuma parcela do trato. Restaram pendentes cinco repasses até fevereiro, quando o clube decidiu por extinguir o contrato unilateralmente após notificações sem sucesso.

Um detalhe: o Flamengo incluiu no contrato que a pandemia de Covid-19 não poderia ser usada como justificativa para o não cumprimento do acordo. A empresa, porém, alegou dificuldades financeiras pela crise da pandemia para o insucesso da parceria. O caso está na 29ª Vara Cível do TJ do Rio.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui