Campeonato Carioca está sem transmissão definida até então. O Flamengo planeja acertar com diferentes plataformas, na intenção de arrecadar receitas novas, o que geraria bons frutos também para outras equipes do Rio de Janeiro.

+ Rogério Ceni tem todos os jogadores a disposição; apenas Thiago Maia segue fora

Marcelo Campos Pintos, ex-executivo da Rede Globo, é quem está liderando o movimento. Ele, inclusive, convenceu os dirigentes de Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo a negociação juntos com a FERJ. A ideia é que a transmissão do Carioca seja dividida entre TV Aberta, pay-per-view e streaming.

Já é consenso, e quase certo, de que o torneio regional não irá ser exclusivo de um canal ou empresa. Existe a possibilidade, inclusive, da criação de um pay-per-view próprio da competição. Sendo assim, cada clube receberia um percentual do que for arrecadado pela torcida, o que o Flamengo vê com bons olhos.

Isso porque, o Rubro-Negro deseja receber um valor diferenciado, por gerar maior audiência. Os demais clubes enxergam de maneira positiva a criação do pay-per-view, mas a maneira a ser dividida a cota ainda deve ser ajustada. As informações foram divulgadas pelo jornalista Rodrigo Mattos, do Uol Esporte.

Rede Globo demonstrou interesse de fechar a transmissão do Carioca em TV Aberta. Contudo, por uma quantia menor do que fora pago no contrato anterior. O SBT, no entanto, é um forte candidato. Clubes, FERJ e televisões veem as tratativas avançadas, mas o formato deve ser mesmo o de múltiplas plataformas. O intuito é arrecadar algo próximo de R$ 17 milhões, dependendo, claro, de metas e objetivos sendo alcançados.

Por: ColunadoFla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui