Continua após a Publicidade

Com a diminuição de lucros por conta da pandemia, o Flamengo pisou no freio e também reduziu seus gastos. Um dos maiores sinais da medida foi o número de reforços trazidos para esta temporada até o momento.

No entanto, enquanto o clube prega a economia no quesito de contratações, ele investe pesado na recuperação de seus atletas e compra equipamentos dificilmente encontrados em times brasileiros.

Continua após a Publicidade

Desta forma, o Fla revolucionou seu Centro de Treinamento com melhorias no departamento médico e recentemente firmou uma parceria com fabricantes. Assim, o clube adquiriu câmaras hiperbáricas que aceleram o processo de recuperação dos jogadores.

O aparelho em questão auxilia na recuperação muscular depois de um treino ou um jogo, prevenindo possíveis lesões. Em território nacional, o equipamento é encontrado em hospitais, mas ainda assim é raro.

Em entrevista ao “ge”, Diego Ribas falou um pouco sobre a sensação sentida por dentro da câmara e aprovou a novidade.

— Eu me sinto muito bem, confortável. Dá uma sensação boa. E também eu consigo assistir televisão, filme e parece que o tempo passa mais rápido.

O equipamento funciona da seguinte forma: um dos funcionários do clube opera o aparelho, ajusta a pressão atmosférica e insere o atleta na câmara. O jogador fica uma hora na máquina, respirando o ar mais puro possível.

— A gente tem usado não só para tratar lesão, como também melhorar recuperação pós-treino. E consequentemente prevenir -, afirmou Dr. Márcio Tannure, chefe do departamento médico do time.

Assim, o elenco poderá se resguardar ainda mais e sofrer menos lesões nesta temporada, que ainda terá muitos compromissos pela frente em uma agenda de compromissos apertada.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui