Continua após a Publicidade


Após terminar a temporada de 2020 multicampeão novamente, o Flamengo iniciou um novo ciclo com mudanças. Com o término de sua parceria com a MRV, o clube foi a campo contra o Nova Iguaçu com espaços vagos no uniforme.

Além da vaga deixada pela construtora na parte superior das costas, que rendia R$ 10 milhões por ano ao Fla, o Manto Sagrado também não possui patrocínio nas mangas. Para completar os espaços vazios, o calção e o meião também não possuem logomarcas de patrocinadores, totalizando em quatro vagas para patrocínio no novo uniforme.

Continua após a Publicidade

Atualmente, o clube possui apenas três patrocinadores: Banco BRB (patrocínio master); Sportsbet (omoplata); e a empresa Total (parte inferior das costas).

Desta forma, o Fla, que já possui recursos financeiros limitados neste ano, também não conta com entradas de patrocinadores e permanece com receita apertada. Uma outra questão a ser relevada é o número de casos de Covid que só vem aumentando, frente ao lento processo de vacinação do país.

A situação retarda ainda mais a normalização dos serviços, o que afeta diretamente o valor arrecadado pelo Flamengo na temporada, visto que os estádios permanecerão fechados para público por um período mais longo que o previsto. Uma das opções investidas pelo clube foi a criação da plataforma de streaming para transmissão dos jogos, a FlaTV+.

Com as assinaturas dos torcedores, o time espera lucrar com o público no Campeonato Carioca e poderá gerar receita maior do que ganharia se realizasse um contrato de transmissão por pay-per-view com outra empresa.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui