(Foto: Lucas Figueiredo/CBF)
Continua após a Publicidade

O Flamengo observou nos últimos dias a movimentação de outros clubes brasileiros para a contratação de Daniel Alves. E fez um recuo estratégico, enquanto avaliava prós e contras. Agora, que o lateral teve a rescisão de contrato publicada na CBF, a diretoria não descarta um acerto relâmpago até sexta-feira.

O clube garante não ter feito uma proposta oficial como as demais equipes. Por sua vez, o jogador e seus representantes dizem ter recebido quatro ofertas do Brasil, e não desmentem que uma é do Flamengo. As condições para um acordo até o fim do ano, para jogar apenas o Brasileiro, chegaram a Daniel Alves.

Continua após a Publicidade

Com o intuito de ser convocado como lateral para a Copa do Mundo em 2022, o jogador deseja seguir atuando, e sabe que se for para mercados internacionais sem relevância pode não ser lembrado. Com o acordo feito pelo São Paulo, ficou claro que a prioridade do multicampeão é jogar, não ganhar dinheiro.

Ciente disso, o Flamengo aguarda para dar um bote certo, sem rodeios. Mas hoje sabe que o valor do jogador estouraria seu orçamento, sobretudo por já ter três laterais que custam mais de R$ 1 milhão. O Conselho de Futebol do Flamengo acha a contratação difícil e vê a personalidade do jogador como outro empecilho, diante de um elenco com lideranças consolidadas.

O vice de futebol Marcos Braz e o presidente Rodolfo Landim, por sua vez, não descartam a negociação com Daniel Alves, que já foi desejo do mandatário em 2019, antes de Rafinha chegar.

EXTRA GLOBO: Diogo Dantas

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui