Continua após a Publicidade

O Flamengo cerca David Luiz, namora abertamente com o zagueiro e se anima com a possibilidade cada vez mais iminente de um acerto com mais um nome de peso no mercado da bola.

As conversas se intensificaram nos últimos dias, e o Fla adota uma tática de convencimento para seduzir o jogador. A direção do clube entende que a transação passa mais por uma escolha de vida do que pelo aspecto financeiro, visto que vir para o clube representaria uma mudança radical para alguém que está há 15 anos no futebol europeu.

Continua após a Publicidade

A situação se assemelha ao episódio que culminou com a vinda de Filipe Luís. Na época, os rubro-negros deixaram claro o seu interesse e procuraram não esticar a corda para ter sucesso no final. O lateral esquerdo amadureceu a ideia com familiares e optou pela aposta de um retorno ao país.

O defensor já trata a possibilidade como real, mas dá os passos de forma cautelosa antes de bater o martelo. Segundo a imprensa de Portugal, o Benfica, clube que estaria interessado em sua contratação, é carta fora do baralho. A equipe de Jorge Jesus tem até hoje (31) para inscrever jogadores apara o Campeonato Português, e até quinta (2) para registrar atletas na Liga dos Campeões.

O assunto mobiliza as redes sociais e agita os torcedores rubro-negros, mas Marcos Braz, vice-presidente de futebol, evita falar publicamente sobre o tema. Na Gávea, a estratégia é de não alimentar expectativas que possam virar frustrações ali na frente. As negociações seguem a todo o vapor e há cláusulas contratuais em debate, assim como as formas de pagamento.

“O Flamengo tem espaço para grandes jogadores. Jogadores que tenham lenha para queimar, jogadores comprometidos e com histórico vencedor”, disse Braz em coletiva na semana passada. Ele completou: “O Flamengo não vai falar abertamente o que busca, nunca falou. O Flamengo confirma alguns fatos e informações dentro desse processo de contratação, mas nesse caso não tem nada para confirmar”.

Embora evitem estipular prazos, a ideia no clube é entregar ao técnico Renato Gaúcho o reforço durante esse período sem jogos. Como só volta a campo no dia 12 de setembro, data do duelo contra o Palmeiras, o comandante terá um tempo livre para preparar a equipe e nivelar a condição física do elenco.

Retirado de: UOL

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui