Continua após a Publicidade

 derrota do Internacional para o Sport no Beira-Rio fez com que o Flamengo também volte a depender apenas de seus resultados para ser campeão brasileiro, sendo que uma das três partidas restantes é justamente o confronto direto entre os dois primeiros colocados, no Maracanã, na penúltima rodada, quando poderá ser conhecido até de forma antecipada o campeão.

No Fim de Papo, live pós-rodada do UOL Esporte — com os jornalistas Vinicius Mesquita, Alicia Klein e José Trajano —, Renato Maurício Prado afirma que o Flamengo não foi no Brasileirão atual um timaço, embora tenha um elenco para tal, e se diz receoso no fato de o clube depender de seus próprios resultados sob o comando do técnico Rogério Ceni.

Continua após a Publicidade

“Eu acho que esse ano, a não ser que o Flamengo seja campeão e aí você pode dizer que no papel o Flamengo tem um timaço, mas não jogou como um timaço, o Flamengo se for campeão esse ano, não terá sido um timaço que foi, por exemplo em 2019, longe disso, anos-luz, não jogou”, afirma Renato.

“Ninguém jogou como timaço esse ano, essa é que é a grande verdade. Ninguém jogou como timaço. O Flamengo tem no papel um timaço, mas, do papel para a prática, esse ano vai uma diferença gigantesca. E eu não sei, o Flamengo depende de si, mas o Flamengo depende também do Rogério Ceni, e isso me deixa nervoso”, completa.

+ Record desbanca SBT e Globo e vai transmitir o Cariocão 2021

Alicia Klein lembra que o Flamengo na campanha do título de 2009 não havia liderado nenhuma rodada até a 37ª, a penúltima, quando assumiu a ponta e venceu o campeonato no jogo seguinte, e vê a possibilidade de isso se repetir na edição atual.

“Pode o Flamengo repetir aí o que fez em 2009, de só ser líder nas últimas rodadas do campeonato, o Flamengo não foi líder em nenhuma rodada até agora e está pintando agora na reta final, a maratona é isso, quem cruza a linha de chegada em primeiro, não importa quem liderou a prova inteira. Eu acho que está com cara de que o campeonato, não vou dizer que vai cair no colo do Flamengo, que tem seus méritos, mas é isso, vai ser o que não quis menos”, diz a jornalista.

“Em 2009, o Flamengo foi líder por apenas duas rodadas, a penúltima e a última, foram as duas únicas rodadas que o Flamengo liderou e pode se repetir isso agora. O Palmeiras era disparado, depois o São Paulo ficou disparado, também amarelou, aí o Inter estava próximo também e no final deu Flamengo, com um time muito mais improvável, porque aquele time do Flamengo estava longe de ser um esquadrão, tinha o Adriano e o Pet em grande momento”, conclui Renato.

Por: UOL

Continua após a Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui