Continua após a Publicidade

Há exatos 50 anos, num 29 de julho de 1971, Arthur Antunes Coimbra, o Zico, fazia a sua estreia pelo Flamengo. O jovem de 18 anos, que viria a se tornar o maior ídolo do clube, vestiu o Manto Sagrado rubro-negro pela primeira vez logo num clássico contra o Vasco.

O jogo, válido pela Taça Guanabara, contou com a vitória do Flamengo por 2 a 1 sobre o rival carioca. Para aquela partida, o técnico paraguaio, Manuel Fleitas Solich, escalou o seguinte time: Ubirajara Alcântara, Murilo, Washington, Fred, Tinteiro, Liminha, Tales, Nei Oliveira, Zico, Fio e Rodrigues Neto.

Continua após a Publicidade

Assim, o jovem Zico atuou como ponta-direita. Além disso, usou a camisa 9 do Flamengo.

Aos 20 minutos do primeiro tempo, o rubro-negro abriu o placar com um gol de Nei, a partir de uma assistência do Zico. Dessa forma, o estreante teve o momento para brilhar e aproveitou. O Vasco empatou aos 44 minutos com o atacante Rodrigues. Mas aos 45 minutos, Fio Maravilha marcou o gol da virada.

Infelizmente, o Flamengo perdeu a Taça Guanabara naquele ano para o Fluminense. Porém, Zico passou a ganhar mais espaço no time a partir de 1974, depois de anos de preparação e boas atuações pelo time juvenil rubro-negro.

O Futuro de Zico no Flamengo

A partir de 1978, a Nação Rubro-Negra começou a aproveitar a época liderada por Zico. Ainda mais, esse período mágico também atravessou boa parte da década de 1980.

Dessa forma, o ídolo do Mais Querido foi protagonista em diversas conquistas do Flamengo. Dentre essas, é possível citar: 5 Campeonatos Carioca, 4 Campeonatos Brasileiro, 1 Copa Libertadores e 1 Copa Intercontinental (o memorável 3 a 0 em cima do Liverpool).

Mas no dia 2 de dezembro de 1989, ou seja, 19 anos depois de sua estreia, Zico fazia a sua última partida com o Manto Sagrado do Mais Querido. Também foi num clássico: FlaxFlu. Na ocasião, o Flamengo goleou o adversário por 5 a 0, com um gol de falta do Galinho de Quintino, uma de suas especialidades.

Enfim, confira abaixo uma postagem do Flamengo em suas redes sociais, como homenagem ao maior que já vestiu seu uniforme:

Por: Diário do Fla

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui