Continua após a Publicidade

A fase do Flamengo não é das melhores, e os resultados da última semana no Campeonato Brasileiro evidenciam isso. Para piorar, as duas derrotas seguidas no Maracanã, contra Fluminense e Ceará, ainda deixam Rogério Ceni com uma marca negativa em comparação aos outros antecessores.

+ Demissão ou permanência de Ceni no Flamengo, será definida em reunião nesta segunda

Continua após a Publicidade

Há dois meses no cargo, o ex-goleiro tem um retrospecto de quatro vitórias, quatro empates e quatro derrotas pelo Flamengo, com 44,4% de aproveitamento. Desses reveses, três foram no Maracanã, um número maior do que a soma das passagens de Jorge Jesus e Domènec Torrent.

Jesus dirigiu o Flamengo por pouco mais de um ano, entre 2019 e 2020, e foi embora sem nunca ter sido derrotado no Maracanã. Ao todo, o Mister perdeu apenas quatro jogos, para Emelec, Bahia, Santos e Liverpool, todos como visitante ou em campo neutro, caso da final do Mundial de Clubes.

Substituto do português, Domènec estreou justamente com uma derrota no Maracanã, para o Atlético-MG, na abertura do Brasileiro. Mas, depois, foi superado só mais uma vez no estádio, na goleada por 4 a 1 para o São Paulo, na 19ª rodada da Série A.

+ Ceni explica motivo de ter sacado Natan e Gabigol do time contra o Ceará

Vale lembrar que o Flamengo também perdeu, em 29 de janeiro de 2020, um clássico no Maraca para o Fluminense: 1 a 0, gol de calcanhar marcado pelo meia Nenê. Mas o técnico naquela noite foi Maurício Souza, já que os titulares ainda estavam em férias depois de disputar o Mundial. Por isso, não entra na conta.

Com Ceni, o desempenho em casa teve uma queda considerável, o que fez o Flamengo perder força na briga pelo título brasileiro. As derrotas para Fluminense e Ceará impediram o time de encostar no líder São Paulo, que também perdeu dois jogos nas mesmas rodadas.

+ Saiba o valor da multa rescisória de Rogério Ceni, no Flamengo

O atual campeão brasileiro soma 49 pontos, sete abaixo do líder, mas com um jogo a menos (encara o Grêmio, fora de casa, no dia 28 de janeiro).

Por: ESPN: Murilo Borges

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui