Gerson é cercado por jogadores do Goiás em partida do Campeonato Brasileiro — © Alexandre Vidal
Continua após a Publicidade

O Goiás tenta sair da zona de rebaixamento do Brasileirão para continuar na primeira divisão na próxima temporada. Nesta segunda-feira (18), às 20h, a equipe terá pela frente o badalado Flamengo. E a arma para vencer o time carioca está na presença de Rafael Moura.

Aos 37 anos, He-Man coleciona passagens por diversos clubes do futebol brasileiro. Cruzou o caminho do Flamengo por muitas vezes e quase sempre castigou o adversário carioca. Até o momento, são 27 jogos disputados e 12 gols anotados.

Continua após a Publicidade

Nos últimos quatro anos, Rafael Moura deixou pelo menos um gol por ano diante do Flamengo. Em 2016, ele teve o melhor desempenho contra o rival. Defendendo o Figueirense, foram três gols na vitória por 4 a 2, no Orlando Scarpelli, pela Sul-Americana.

De lá para cá, fez um por ano: em 2017, quando defendia o Atlético-MG, anotou na vitória por 2 a 0, pelo Brasileirão. Em 2018, no América-MG, fez um no amargo empate em 2 a 2 para os cariocas.

+ Volta Dome? Torcida do Fla “invade” redes sociais de Doménec e pede seu retorno; veja reações

Em 2019, já com a camisa do Goiás, fez mais um gol em outro empate em 2 a 2, desta vez fazendo o Goiás ser um dos poucos times a tirar pontos da equipe de Jorge Jesus. Na mesma partida, Michael, agora no Flamengo, fez o outro gol do jogo.

Recentemente, o carrasco rubro-negro deu uma cutucada nos cariocas por conta da fama que ganhou ao longo da carreira. Segundo ele, o Flamengo se tornou a sua maior vítima e admitiu uma motivação a mais quando encontra o clube da Gávea.

“O Flamengo, pela história de Zico, Nunes, Andrade, sempre teve uma camisa muito forte, a maior torcida, e isso faz com que qualquer jogador entre mais focado, mais concentrado a jogar contra o Flamengo. Digamos que eu tenha mais sorte porque nos últimos dez anos só em 2015 eu estava operado. Foi o único ano que eu não fiz gol (contra o Flamengo)”, disse Rafael Moura, Esporte Interativo, no ano passado.

“Não tem tamanho para disciplinar Gabigol” Afirma Mauro Cezar sobre Ceni

“É minha vítima, é um freguês, entrando na brincadeira… Com todo respeito. Escuto isso de flamenguista: ‘quando vai parar de fazer gol na gente?’. Sempre escuto ou leio algo no Instagram de eu sempre fazer gol no Flamengo. Mas tenho um respeito muito grande”, finalizou.

No último confronto válido pelo atual Brasileirão, em outubro, Rafael Moura passou em branco na vitória do Flamengo por 2 a 1. Será que o artilheiro volta a castigar os cariocas? O jogo começa às 20h, pela 30ª rodada do Brasileirão.

Por: ESPN

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui