Quer voltar? Cuéllar aponta dificuldades, mas admite: “Bateria na portinha do Flamengo”

O Flamengo viveu o sonhado ‘ano mágico’ em 2019, com os títulos do Campeonato Brasileiro e da Libertadores da América. Um jogador que poderia ter feito parte dessa história, era Gustavo Cuéllar. O colombiano vestiu o Manto Sagrado de 2016 a 2019, mas decidiu deixar o clube para jogar no futebol da Arábia Saudita, no Al-Hilal.

Veja Também: Sampaoli solicita contratação de Diego Ribas, do Flamengo

Em entrevista ao canal ‘Barbaridade TV’, o volante de 27 anos afirmou que acha difícil voltar a jogar pelo Fla um dia pela forma polêmica com que deixou o clube. Apesar disso, o jogador disse que, caso volte ao futebol brasileiro um dia, a prioridade é o Mais Querido.

 Acho muito difícil eu voltar pro Flamengo, pelo jeito que eu saí, pelo que aconteceu, pelas pessoas que estão no clube, mas no futebol tudo acontece. Mas se fosse voltar ao Brasil, eu bateria na portinha do Flamengo, perguntar lá se precisa -, disse Cuéllar.

Mesmo sendo titular absoluto na época que ainda defendia o Fla, o colombiano optou pela transferência para o Al-Hilal. Dessa maneira, o volante acabou ficando de fora da reta final da Libertadores na temporada passada, torneio vencido pelo Rubro-Negro.  Além disso, o jogador não conquistou o Brasileirão. Pelo Mengão, Cuéllar atuou em 167 jogos, com 90 vitórias. 

Por: ColunadoFla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui