Rafinha lateral-direito — © Alexandre Vidal
Continua após a Publicidade

Rafinha deixou o Flamengo faz 1 mês para o Olympiacos da Grécia e mesmo com toda “ligação” criada não só durante a curta passagem do jogador pelo Rubro Negro mas antes mesmo de defender o clube o jogador já se mostrava identificado com o clube carioca, porém o mesmo alegou a questão financeira ter pesado na decisão. e que aos 35 anos ja se encaminhando para o final de sua carreira não esperava receber uma proposta dessas.

Rafinha ressaltou a questão familiar e que a proposta do clube grego era muito boa, e se emocionou na despedida do clube do Flamengo, Rafinha falou ainda o mister Jorge Jesus e exaltou o trabalho do hoje treinador do Benfica colocando na mesmo patamar de grandes técnicos mundiais como Guardiola, no qual trabalho com ele na Alemanha quando defendia o Bayern de Munique. O lateral falou ainda sobre algumas divergências de opinião e que quando o mister chegou aqui ocorreram entre eles e porem aos poucos foram se acertando e isso foi bom para o time.

Continua após a Publicidade

Veja abaixo a íntegra da entrevista do jogador:

“Preciso pensar na minha família, temos que ser realistas e pensar no lado financeiro. Agradeço ao Flamengo. Fizeram de tudo para eu ficar, mas me entenderam. Estou com 35 anos, minha carreira está acabando. Esse é certamente meu último contrato”, disse, ao “Aqui com Benja”, no Fox Sports.

“Ele [Jorge Jesus] tem as opiniões dele e não tinha muito diálogo no começo, então tivemos uns confrontos, era cada pega que a gente tinha, mas era tudo para o bem do time”, afirmou.

“Ele está na lista dos melhores treinadores que tive, junto com Guardiola”, completou.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui