O Flamengo revelou inúmeros jogadores nos últimos anos, e Lincoln sempre foi tratado como grande joia da categoria de base. Não à toa, ele subiu para os profissionais com 16 anos e, desde então, passou a ter dificuldades de se firmar na equipe de cima. Com isso, os dirigentes rubro-negros venderam o atacante ao Vissel Kobe, do Japão. O Fla pode receber 3 milhões de dólares (R$ 16,4 milhões na cotação atual) em três parcelas nesta transação.

Vídeo: Sormani se irrita com música cantada por jogadores do Flamengo

O primeiro pagamento do clube japonês será no dia 25 de fevereiro, na quantia de 1 milhão de dólares (cerca de R$ 5,4 milhões na atual cotação). A segunda parcela será paga em 25 de dezembro, no valor de 1,75 milhão de dólares (algo em torno de R$ 9,57 milhões). Sendo assim, o Flamengo tem a confirmação de receber 2,75 milhões de dólares (R$ 15 milhões) na venda de Lincoln ao Vissel Kobe.

O restante, 250 mil dólares (cerca de R$ 1,3 milhão), só será depositado ao Flamengo caso o clube japonês consiga se classificar para a Liga dos Campeões da Ásia. Se atingir esta meta, o Vissel Kobe pagará este valor como uma espécie de bonificação ao Rubro-Negro, em até 30 dias após o término da temporada 2021. Sendo assim, esta quantia é uma variante, e o Fla não tem como projetar recebê-la. As informações foram divulgadas inicialmente pelo canal Venê Casagrande, no Youtube.

Lincoln já assinou contrato por três anos com o Vissel Kobe, podendo ser renovado automaticamente por mais duas temporadas, mas viaja para o Japão apenas em fevereiro. Vale lembrar o fato de o atacante ter que cumprir 15 dias de isolamento ao adentrar no país asiático, por conta da Covid-19. Pelo Flamengo, ele disputou 63 partidas e marcou oito gols.

Por: ColunadoFla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui