Continua após a Publicidade
Rodrigo Muniz, atacante do Flamengo — © Alexandre Vidal

Em alta no Flamengo, Rodrigo Muniz rechaçou a oferta do Genk e segue no Rubro-Negro. Apesar da ascensão no time carioca, o atleta ainda possui um salário baixo e sua multa rescisória, para clubes do Brasil, não envolve cifras astronômicas. Dessa forma, segundo informações do jornalista Venê Casagrande, o montante estabelecido para o mercado nacional é de R$ 42 milhões. O preço é aplicado com relação ao salário do atleta.

No momento, Rodrigo Muniz possui vínculo até maio de 2024 com o Flamengo. Seus vencimentos atuais giram em torno de R$ 25 mil por mês, valor que pode sofrer uma mudança com a valorização do atacante. Sendo assim, o cenário em questão tem chances de ocorrer com uma renovação contratual.

Continua após a Publicidade

Enquanto isso, para o mercado do exterior, a multa rescisória de Rodrigo Muniz é bastante maior. Isso porque o preço estabelecido para o atual vínculo ser rompido e uma transferência para uma equipe internacional ocorrer é de 50 milhões de euros (R$ 306 milhões).

Como Pedro deve seguir afastado, se recuperando da Covid-19, Rodrigo Muniz seguirá no time titular do Flamengo. Na quarta-feira (16), às 21h30, no Maracanã, a equipe de Rogério Ceni encara o Coritiba, pelo segundo jogo da terceira fase da Copa do Brasil.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui