A 29ª rodada do Brasileirão 2020 foi encerrada na última quarta (13) e o Atlético-GO – 12º colocado na competição – segue na liderança da lista dos clubes que mais tiveram mudanças favoráveis nos seus jogos com a utilização do VAR (árbitro de vídeo).

O Dragão goiano teve ao todo 14 interferências do VAR em lances de suas partidas, sendo que dez delas foram a favor e outras quatro foram contrárias – saldo de seis a favor -, de acordo com o levantamento do Espião Estatístico do “ge.com“ desde o início do Brasileirão.

Na sequência aparece o Athletico, com 14 lances revisados pelo VAR, sendo que nove deles terminaram sendo favoráveis – saldo de quatro a favor.

Já no lado oposto, o dos times mais “prejudicados” pelas decisões do VAR, o Vasco segue na “liderança”. O time cruzmaltino teve 11 interferências que terminaram sendo contrárias em seus jogos no Brasileirão e outras quatro a favor – saldo negativo de sete.

+ Rodolfo Landim investiga ‘infiltrado’ no vestiário do Flamengo

O Sport também aparece entre os mais “prejudicados” com saldo negativo de cinco – nove decisões contrários e quatro a favor.

Veja o ranking de mais “favorecidos” e “prejudicados” pelo VAR no Brasileirão 2020:

Top-5 dos mais “favorecidos”

1 – Atlético-GO: 10 favor e 4 contra

2 – Athletico: 9 favor e 5 contra

3 – Internacional: 8 favor e 5 contra

4 – Flamengo: 8 favor e 6 contra

5 – Bahia, Fortaleza, Palmeiras e Corinthians: 7 favor e 6 contra

Top-5 dos mais “prejudicados”

1 – Vasco: 11 contra e 4 favor

2 – Sport: 9 contra e 4 favor

3 – Goiás: 7 contra e 4 favor

4 – Coritiba: 8 contra e 5 favor

5 – Bragantino: 7 contra e 10 favor


Por: Torcedores

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui