VÍDEO: Coletiva pós-jogo de Rogério Ceni após empate contra o Atlético-GO

Confira abaixo todas as respostas de Rogério Ceni, na coletiva após empate contra o Atlético-GO, no Maracanã.

“Eu acho que a luta, a entrega de todos. Sabemos os problemas que temos, lesões, convocações. Gabriel com posterior doendo, Thiago Maia… nenhum momento nós deixamos de tentar, tentamos de todas as maneiras fazer o time mais ofensivo”.

“O discurso no vestiário, é impressionante a vontade que eles têm de vencer”.

“Pedro, como voces sabem, infelizmente foi cortado por lesão. Segundo nosso DM, Rodrigo Caio, Diego e Filipe Luís não têm condições de retornar. Vamos ter que avaliar o Gabriel, no Thiago Maia também”.

“O Isla não deve conseguir voltar (em tempo), o Everton pelo o que jogou o primeiro jogo, com o segundo jogo, não deve ter condições. Temos que encarar o momento e achar a solução o mais rápido possível”.

“Na terça vamos estar nos preparando também nesse quesito (pênaltis). Vamos fazer uma avaliação e um dos fundamentos que vamos treinar são os pênaltis”.

“O Natan já jogou pelo lado direito, ele tem capacidade de jogar. Ontem eu vi no treino, pela primeira vez um treino mais solto dele. E como o Gustavo estava com amarelo eu não podia deixar ele com amarelo em campo, com um velocista do lado”.

“Acho que tivemos a bola da partida, no final do jogo, mas infelizmente esse é o imponderável do futebol, você não controla essa parte”.

“Honestamente o que mais tem aqui nesse time é coletividade. Poucos times que eu treinei tão parceiro, tão bom de trabalho, de dia a dia, de caráter”.

“O momento é um momento difícil e infelizmente nós vamos sofrer bastante nesse começo, pelas lesões, pelas convocações, pelo cansaço físico. Antes de melhorar vamos sofrer um pouco”.

“Todos vão ser testados e a cada jogo que a gente for jogando vamos colhendo mais informações”.

“Para ter segurança você tem que ter mais a posse, trocar o maior número de passes…. A partir do momento que a partida está 1 a 1 o que tentamos? Correr um pouco mais de riscos, trouxemos o Arão de zagueiro, o Arrascaeta…”.

“Nós tentamos o máximo o possível, as alternativas foram criadas, infelizmente não conseguimos concluir em gol”.

“Considerado o cansaço do Gabriel, a dor na posterior que ele sentiu, o Bruno Henrique que jogou todos os minutos desses jogos, para mim pesa bastante a lesão do Pedro. São muitos jogos, quarta, sábado… o elenco é ótimo quando está completo”

“Eu acho que independente dele ter condições ou não nós vamos tentar o máximo colocar ele em campo na quarta-feira. Ele quando começou o treino sentiu incomodo no tornozelo e não deu para treinar com a gente ontem”.

“Junto a pandemia e esse caminhão de jogos é muito. O Everton, se jogar o próximo jogo o que eu faço? Ele joga na terça, na quarta? Eu não posso. Pq se eu machuco um atleta como ele eu posso perder ele por mais tempo”.

“Vamos fazer recuperação amanhã, que eles possam descansar um pouco porque eles estão cansados, no dia a dia estavam sem folga eles. Só na quarta, horas antes do jogo que vamos definir na totalidade a equipe”.

“O Diego Alves teve câimbras muito forte no jogo, nas duas pernas. NO pós jogo ele ficou na recuperação, ontem tinha resquícios das dores e eu quero contar com ele na quarta-feira por isso decidi não arriscar”.

“Conversei com ele, é um menino de cabeça boa. É um jovem de potencial, mas vai errar, todo mundo erra. Mas falei com ele, teve um lance parecido hoje, ele foi mais ágil… Mas o Diego é o goleiro para quarta-feira”.

“Eu acho que a gente não pode abandonar uma dupla de zaga que se mostrou muito consistente, que jogou no Santos, Gustavo, e no Athletico, o Leo Pereira. Hoje o Natan já teve oportunidade, vão ser avaliados”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui