Continua após a Publicidade

No início desta semana, Rafinha fez declarações que agitaram as redes sociais. Após o lateral falar sobre o interesse de seu amigo em atuar pelo Flamengo, a torcida rubro-negra se movimentou e pediu a contratação do chileno.

Além da torcida, o próprio jogador publicou sobre o assunto e deixou a Nação com ainda mais brilho nos olhos. O desejo pela chegada do meia ao Mais Querido, porém, vai muito além das possibilidades do clube.

Continua após a Publicidade

Depois de ter passado por uma temporada complicada e terminá-la com um rombo no orçamento. O Fla precisou frear seus impulsos e pensar com mais calma nas possibilidades para 2021. Mesmo precisando ir ao mercado para suprir necessidades da equipe, o a diretoria aposta na paciência e nos pés no chão antes de fazer qualquer negócio.

Desta forma, o atual cenário pesa contra a contratação de Vidal. Além de o clube precisar desembolsar um valor alto para comprá-lo da Inter de Milão (€ 8 milhões), o Flamengo também não conseguiria encaixar o salário atual do atleta em sua folha.https://d99ad28b745475465bddb02eafc1c44a.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

No presente momento, o jogador recebe do time italiano o valor mensal de € 460 mil (cerca de R$ 3,05 milhões). Para manter o craque chileno na equipe, o rubro-negro teria que pagar três vezes o valor salarial de Gabigol, que é hoje o jogador mais bem pago em território nacional, recebendo cerca de R$ 1 milhão, embora o valor não seja divulgado publicamente.

Vale lembrar que, ainda que o Fla conseguisse pagar Vidal, o clube da Gávea precisaria esperar passar o período de recuperação do mesmo, uma vez que o meia passou por um procedimento cirúrgico e a previsão é de que retorne aos campos no dia 12 de abril. Dadas as considerações, o rubro-negro estuda a melhor opção a ser feita e aguarda mais opções de mercado.

Assim, o Flamengo mantém o foco no Campeonato Carioca e se prepara para seu primeiro clássico do ano. O jogo contra o Fluminense ocorrerá às 18h (horário de Brasília), de domingo (14), no Maracanã.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui