Continua após a Publicidade

Depois de o Pafos, do Chipre, desistir da contratação de Lincoln, agora foi a vez do Huddersfield, da Inglaterra, demonstrar interesse no atacante do Flamengo e já iniciou as negociações pela contratação do jovem rubro-negro por empréstimo de 18 meses com opção de compra estabelecida em contrato.

+ Veja o exato momento em que Gerson acusa Ramírez de racismo em Flamengo x Bahia; assista

Continua após a Publicidade

Segundo apurou a reportagem, as conversas estão em andamento e fluem de maneira natural, sem pressa de nenhum dos lados. O que há de consenso entre as partes é que Lincoln precisa respirar novos ares, mesmo que o único caminho seja um empréstimo, molde da negociação entre Flamengo, estafe do atacante e Huddersfield.

Enquanto isso, Lincoln está cumprindo a sua programação na base, treinando com o Sub-20, embora tenha se recusado a ‘descer’ no primeiro momento e ter levado advertência. Há 15 dias na categoria inferior, o jogador não tem mais clima para continuar no Flamengo, clube que o revelou e uma saída é considerada no Rubro-Negro questão de tempo.

Começo do desgaste:

A relação entre Flamengo e Lincoln se desgastou no dia 2 de dezembro, quando Bruno Spindel ligou para o atacante para pedir que ele viajasse às pressas para Salvador para reforçar o time sub-20. A solicitação não caiu bem nem com o jogador e muito menos com os seus representantes. Inclusive, o seu principal agente, Victtão Remiro, bateu boca com o diretor executivo rubro-negro pelo telefone, e os dois chegaram a trocar xingamentos.

Na ocasião, Spindel ameaçou, dizendo que se Lincoln não fosse para o jogo do Sub-20, ele seria afastado do elenco principal. Promessa cumprida. No dia seguinte, no dia 3 de dezembro, o atacante se apresentou ao técnico Rogério Ceni, mas foi advertido pela diretoria e liberado da atividade. Na ocasião, o jogador percebeu que o seu material esportivo sequer estava no vestiário e saiu do Ninho do Urubu bufando, segundo relatou uma fonte.

+ Imagens inéditas! Confira os bastidores de Flamengo 4×3 Bahia

“O cara bateu a porta do carro muito forte. Estava revoltado”, disse a pessoa que viu Lincoln deixar o CT.

De lá para cá, Lincoln mantém a sua rotina de treinamentos com a categoria de base. Quando o Sub-20 folga, o atacante participa da atividade com a “baba”, que são os jogadores que sequer são relacionados para jogos. O comprometimento, porém, não muda a sua decisão e nem a do seu estafe: não entrará em campo pelo Sub-20.

A partir de janeiro, Lincoln não poderá mais entrar em campo pelo Sub-20, pois completou 20 anos neste ano, e ficará de fato sem ter chances de atuar pelo Flamengo, pois no elenco principal não será mais utilizado, a não ser que o cenário mude da água para o vinho, o que é pouco provável.

+ Neymar posta mensagem para Gerson, do Flamengo, vítima de racismo

Fonte: O Dia

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui