Durante o programa “Bem Amigos” desta última segunda-feira(21), que é apresentado por Galvão Bueno, o narrador e apresentador afirmou que as acusações de racismo de Gerson, precisam ser investigadas como crime. O Volante do Flamengo, acusa Juan Pablo Ramírez, do Bahia, de ter falado “Cala a boca, negro”, durante a partida do último domingo(20).

+ Vídeo: Idoso comemora virada do Flamengo contra o Bahia e viraliza na web

“É profundamente lamentável. É sério, é crime. É preciso ser investigado como crime. Uma coisa é certa, absoluta: não podia ter acontecido, não está certo, não cabe. Alguma coisa precisa mudar nesse sentido. A partir daí, tudo precisa ser feito com muita calma e precisão”, disse Galvão.

Galvão continuou..

“O Brasil e os Estados Unidos têm uma dívida impagável com os afrodescendentes por conta da escravidão. O Gerson, por quem é, pela personalidade, não ficaria revoltado daquele jeito se não houvesse injúria racial”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui