Sede da Fifa em Zurique, na Suiça — © FIFA
Continua após a Publicidade

Assim como a implantação de datas limite para a janela de transferências no Brasil, a Fifa iniciou 2022 uma nova resolução. Dado o número elevado de clubes com jogadores emprestados a outras equipes pelo mundo, a entidade máxima do futebol estabeleceu padrões para a cessão de atletas.

A medida tem o intuito de reduzir a concentração de jogadores em clubes que possuem maior poder econômico. Principalmente na Europa, é comum que times com grande poder econômico comprem atletas que nem mesmo desejam utilizar apenas para que possam lucrar com os empréstimos dos mesmos.

Continua após a Publicidade

Chelsea e Manchester United, por exemplo, cederam dois jogadores que não tinham a pretensão de acionar ao Flamengo: Kenedy e Andreas Pereira. Os dois times ingleses, aliás, são os que mais possuem atletas emprestados pelo mundo, somando 22 e 15, respectivamente.

Mas o hábito terá que acabar. Isso porque, de acordo com a nova determinação, o número de empréstimos terá que ser reduzido ao longo das três próximas temporadas. Assim, em 1º de julho de 2024, o número de cessões ficará fixado em seis.

  • Na temporada 2022/2023, oito jogadores
  • Na temporada 2023/2024, sete jogadores
  • A partir de julho de 2024, seis jogadores

Além disso, também haverão regras quanto à concentração destas movimentações, bem como à duração dos contratos. Assim, os clubes serão obrigados a fazer negociações definitivas caso não tenham a pretensão de continuar com parte de seus atletas.

  • Os empréstimos não poderão durar mais do que 12 meses
  • Está proibido o sub-empréstimo (não será permitido tomar um jogador emprestado e repassá-lo a outra equipe)
  • Nenhum clube pode ter mais do que três atletas emprestados para (ou de) um mesmo time

As exceções às regras são os jogadores menores de 21 anos e/ou formados nas categorias de base daquele clube. Desta forma, a entidade inibe a famosa “compra para empréstimo”.

Atualmente, o Flamengo possui três atletas em situações de empréstimo. Vitor Gabriel e Hugo Moura foram cedidos recentemente ao Juventude e ao Athletico-PR, respectivamente. O outro caso é Andreas, que, como dito acima, foi emprestado pelo Manchester United, e tem contrato com o clube carioca até o meio deste ano.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui