Flamengo e Diego Alves seguem sem acordo financeiro; empresário do jogador está no Rio

O empresário de Diego Alves, Eduardo Maluf, chegou ao Rio para tratar da renovação do goleiro com o Flamengo, que vive momentos de tensão. O atual vínculo dura mais dois meses, até dezembro.

VÍDEO: Galvão elogia momento de Pedro: “Melhor centroavante do futebol brasileiro”

Depois de uma conversa olho no olho entre o vice de futebol Marcos Braz e o jogador, esta semana, o agente participará de perto das tratativas.

O motivo é o entrave para um acordo financeiro sair. Diego Alves externou ao dirigente que ainda há diferenças nos valores discutidos. E Maluf chega para tratar especificamente desse detalhe.

O goleiro ainda treina à parte para voltar a atuar depois de uma lesão no ombro. A maioria das atividades é com o preparador Tiago Eller, que subiu recentemente da base. A relação de Alves com o preparador principal, Wagner Miranda, não é das melhores.

No entanto, a diretoria descarta a troca do profissional. Não houve pedido do goleiro nesse sentido. Mas a insatisfação é conhecida no Ninho do Urubu.

Superado este ponto, a ampliação do contrato será debatida por Braz e o diretor Bruno Spindel com Maluf. O agente terá que ceder nos valores ou na ideia de vínculo até 2022.

O Flamengo entende que não vive situação financeira confortável o suficiente para aceitar a pedida de Diego Alves para um contrato de mais dois anos. O veterano de 35 anos tem opções de ir livre para a Europa em janeiro.

Apesar do imbróglio, a permanência do goleiro é prioridade no clube e vista com otimismo. Mesmo que o jovem Hugo Souza tenha se destacado nos últimos jogos, a camisa um é de Diego Alves. A não ser que ele não queira.

Por: Extra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui