Grupo político do Fla exige demissão imediata de Domènec Torrent

Por meio de comunicado no Twitter, o grupo político “FlaFut” exigiu a demissão imediata de Domènec Torrent e toda a sua comissão técnica do Flamengo. A ala, da qual faz parte Dekko Roisman, integrante do “Conselhinho” do futebol e que está presente em Guyaquil, ressaltou o “maior vexame da história na Copa Libertadores”.

Veja também: “Eu não sei comemorar gol”, afirma Filipe Luís

O comunicado destaca o desmonte da equipe que levantou os títulos em 2019 e frisou a “atuação apática e desorganizada, que envergonhou os torcedores”.

Em indireta ao vice de futebol Marcos Braz, o grupo salienta que o Fla “não pode ficar refém de qualquer dirigente que tente condicionar sua permanência a do treinador, ou que esteja com outras preocupações que não sejam o ajuste do rumo atual do futebol do Flamengo”. Braz flerta com a possibilidade de concorrer a uma vaga na Câmara dos Vereadores.

Veja também: Flamengo deixa de faturar quase R$ 50 milhões do Milan por Paquetá

O FlaFut diz que o clube não pode ficar refém da multa rescisória de Dome e também defendeu a necessidade da troca, embora tenha pontuado que uma mudança de rumo muitas vezes não é cenário ideal.

Por: UOL

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui