MPRJ Acusa Flamengo de Coagir familiares e vítimas da tragédia no Ninho.

Segundo o que teria apurado o UOL com supostos “documentos analisados” o Ministério Público do Rio de Janeiro está acusando o Clube de Regatas de estar coagindo sobreviventes e familiares dos mesmos a aceitarem acordos oferecidos pelo clube que supostamente encerrariam processos envolvendo o caso da tragédia no Ninho. essa situação tem que ser vista com muita cautela, pois é um assunto muito delicado, pois, envolve a perda trágica de 10 vidas de meninos que pertenciam às categorias de base do clube.

O MP do Rio de Janeiro quer impor ao clube uma indenização coletiva de 20 milhões de 20 o que seria um grande prejuízo financeiro para o clube, porém, temos que ressaltar que nenhum valor indenizatório pago irá, repara completamente a situação, pois, não trará aos familiares as vidas dos seus entes queridos de volta, e quando digo que tem que se ter muito cuidado ao falar do assunto é que existe muito oportunismo de todas as partes envolvidas, principalmente por meio da grande imprenssa esportiva que no geral e comandada pelo Grupo Globo, grupo esse que tem entreveiros com o clube já ha alguns anos, e assim dessa forma vem fazendo o possível pra denegrir a imagem do clube, mesmo que de forma cretina mexendo com um assunto gravíssimo que engloba um teor emocional enorme.

Portanto, quero ressaltar aqui que cabe aos órgãos competentes investigar e se houve negligência do clube punir os responsáveis, (Evidentemente estou aqui expressando minha opinião sobre o caso num contexto geral em poucas linhas no meu intendimento tem que ser buscadas as pessoas que geriam o clube no momento da tragédia ou que fizeram uso dessas instalações as pessoas dos orgãos competentes se não estava de acordo com a lei porque foi liberado ? quem liberou ? a empresa que prestava serviço pro clube quem a contratou ? e quem era a pessoa que deveria cuidar da manutenção do local?), e outra questão que cabe aos órgãos investigativos apurar os fatos com a máxima imparcialidade possível, e ter a mesma energia no que se trata de todos os clubes de futebol do Estado do Rio de Janeiro e os demais órgãos dos demais estados também começarem a prestar mais atenção no assunto para que possa evitar que novas tragédias como essas venham acontecer e mais vidas não se percam de forma tão trágica e tão precoce.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui