Flamengo tropeça mais uma vez, perde para o Fluminense, no Maracanã por 2 a 1 e desperdiça chance de encostar no São Paulo na briga pelo título do Campeonato Brasileiro 2020.

O rubro-negro amassou o Fluminense no primeiro tempo, como de costume faz com todos os adversários, poderia ter marcado pelo menos uns três gols e matado a partida, porém apenas um foi convertido por Arrascaeta.

No segundo tempo, o time voltou sonolento, sem criatividade, como também é de costume nas partidas recentes e sofreu a virada do Fluminense.

Confira abaixo todas as resposta de Rogério Ceni:

Rogério Ceni sobre declaração de Arrascaeta “Acho que ele nao se refere como o time jogou e sim como o time sofreu os gols aí tenho que concordar creom ele. A maneira que sofremos a virada. Agora o que o time produziu, no primeiro tempo, teve chances de liquidar o jogo”.

Rogério Ceni: “Sofrendo gols dessa maneira realmente fica difícil (ser campeao)”

Rogério Ceni: “Tivemos as oportunidades, dominamos o jogo, mas a gente nao conseguiu matar o jogo. Pagamos o preço alto e pesado por nao ter conseguido definir o jogo antes que o Fluminense fizesse o primeiro gol”.

Rogério Ceni sobre queda no ritmo: “Nós trabalhamos a semana toda em alta intensidade, altas distancias. Acho que nao foi falta de intensidade, acho q foi a falta de confiança depois que a gente sofre o gol”.

Rogério Ceni: “O adversário se fecha, a gente tenta de todas as maneiras e nao consegue ai vem no final do jogo, um erro de passe”.

Rogério Ceni: “Não conseguiu fazer outro gol para que o Fluminense perdesse a esperança”.

Rogério Ceni: “Uma coisa é falta de repertorio outra é a bola nao entrar. Finalizamos mtas bolas dentro do gol inclusive, para isso vc tem que ter repertorio, a bola entrar ou nao é circunstancial. Mais finalização do que a gente treina é impossível”.

Rogério Ceni: “O que nós criamos, o volume de jogo é suficiente para marcar gols e vencer o jogo. Agora os erros que cometemos são grotescos para uma equipe que quer ser campeã”.

Ceni sobre Everton Ribeiro: “Primeiro ele participou da jogada do primeiro gol e ele fez outras boas jogadas. Quando a gente perde um jogo é natural a gente procurar alguem para diminuir ou colocar um culpado”.

Ceni: “O que você tem que fazer é ganhar jogo, em todo lugar, aqui principalmente, mas como aconteceu vem essas perguntas (sobre Everton Ribeiro).

Ceni: “Todas as equipes tiveram 11 dias de treino, os gols, tivemos falhas grandes no jogo e por isso perdemos. De resto, posse, finalizações… fora isso não tenho como explicar. Infelizmente os gols nós falhamos”.

Rogério Ceni: “Não puxei o ER para a esquerda, coloquei Bruno, Pedro, e Arrascaeta. Se algum momento aconteceu.. mas é Everton na direita, Bruno Henrique aberto… Aí também não, passa um pouco do limite, niguém coloca Everton Ribeiro e BH do mesmo lado”.

Rogério Ceni: “Isso não aconteceu, pode ter sido um momento porque eles flutuam, mas a maior parte do tempo ele (ER) joga pelo lado direito”.

Rogério Ceni: “Está faltando fazer o gol, o time finaliza bastante, hoje tivemos 20, mas nao consegue fazer com que a bola entre. Objetividade se resume na bola entrar”.

Ceni: “Eu não vejo muita mudança de postura (do Fluminense), eu vejo uma bola alçada na área como tantas que saiu o gol. A partir dai o time se anima e ai teve mais ocasiões de gol. Estilo de jogo foi o mesmo e foi assim que eles conseguiram, mesmo a gente alertando, fazer gol

Ceni: “Faltam 11 rodadas, assim como o São Paulo perdeu hoje, vamos continuar, nao podemos parar por causa de um jogo onde sofremos gols que nao tem mta explicação aqui nem para treinar sobre isso. São gols que nao sao treináveis para voce nao sofrer, acontece”.

Rogério Ceni: “O Fluminense veio para jogar bola na área de onde fosse e assim conseguiram o primeiro gol. Uma bola alçada na área, lenta.. nós tomamos o gol”.

Ceni: “As bolas chegaram tanto alçadas, como tabela, a gente conseguiu finalizar, o goleiro deles fez ótimas defesas.”

Ceni: “Mais finalização do que a gente treina é impossível, infelizmente a bola tem teimado a não entrar”.

Fim da coletiva de Rogério Ceni, treinador falou muito sobre os gols perdidos, disse que não falta repertório, disse basicamente que falta a bola na rede. Reafirmou isso em várias respostas.

Assista abaixo a coletiva na íntegra:

+ Arrascaeta desabafa com o time após derrota para o Fluminense “Vergonha, não merece ser campeão”

2 COMENTÁRIOS

  1. De Arrascaeta centralizado com Rogério Ceni falou. Ele já disse que lá não joga bem e não tem bom rendimento. Pq insiste fazendo essa função???
    Everton Ribeiro desenvolve bem pelo lado direito. Foi assim no Cruzeiro e no próprio Flamengo.
    Em 2019 Bruno Henrique e De Arrascaeta jogaram pela ponta esquerda. Lógico que cada um fazendo uma função. Pq não se pode repetir isso após a saída de JJ ???
    Everton Ribeiro com Rafinha pela direita com apoio ora de Gerson e outra por Arão nas subidas do lateral.
    Ataque em bloco, ofensivamente e defensivamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui