Continua após a Publicidade

Assista a coletiva do técnico do Flamengo, Rogério Ceni, após vitória diante do Corinthians, no Maracanã. A partida era válida pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro 2020.

Rogério Ceni: “O Arrascaeta já vinha com uma dor desde ontem, fez tratamento até a noite mais hj a manhã inteira. No final, além do cansaço as dores vieram. O Gabriel falei com ele, e acho que não teremos problemas para domingo que vem”.

Continua após a Publicidade

Rogério Ceni foi perguntado sobre como não perder o foco: “Primeiros que eles são experientes em situações como essa, passaram por isso nos últimos dois anos. Eu tenho certeza que o foco não será perdido. Foco é algo que não falta aqui”.

Rogério Ceni: “É um time que tem cabeça no lugar, pés no chão. É uma decisão que começa no Maracanã e Deus queira termina no Morumbi”.

Rogério Ceni: “A princípio eu não acredito que pela lesão de hoje alguém fique de fora”

Rogério Ceni: “Eu não sei o que é jogar para empatar um jogo. O Flamengo não sabe, desde sempre é um time que joga ofensivamente. Jogar pela vitória não é uma novidade para a gente”.

Rogério Ceni: “Esses caras passaram há pouco tempo por essa situação (de decisão). É um recente na cabeça deles, cada um sabe o que é ser campeão, ser bicampeão brasileiro. Sabemos que para fechar a temporada seria muito importante fechar com esse título”

Rogério Ceni: “Esporte de alto rendimento é isso, não é saudável. Infelizmente as dores vem, cirurgia, recuperação. O Diego é um grande exemplo, teve uma fratura séria em 2019 e hoje jogando em alta intensidade”.

Rogério Ceni: “As dores fazem parte do dia a dia. Tinha dias que eu levantava e o joelho não ia mais, tem que entrar na banheira de gelo e ir”.

Rogério Ceni: “O Rodrigo eu conheci no São Paulo, como atleta, como treinador e posso garantir que ele evoluiu bastante. Ele tem ótimo jogo aéreo, passe, ele é completo e ajuda muito a gente”.


Rogério Ceni: “Quando eu cheguei aqui Rodrigo machucado, Pedro machucado, Everton na seleção… Faz muita falta esses caras. Muitos jogadores estavam fora e isso faz falta. Por mais que vc tenha um bom time, faz muita falta. 5, 6, 7 titulares desfalcando o time”.

Rogério Ceni: “Eu acredito muito que o Gabriel possa estar presente (no jogo contra o Inter)”.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui