O Flamengo foi eliminado para o Racing em pleno Maracanã, após dois empates em 1 a 1 com o time argentino, o rubro-negro foi eliminado nos pênaltis.

Foram inúmeras chances desperdiçadas pelo Mengão, Vitinho perder duas chances claras de gol, Rodrigo Caio que retornava de lesão, vinha jogando muito bem, porém foi infantil e saiu expulso na segunda etapa.

Aproveitando o baque que o Flamengo havia sofrido, o Racing achou um gol em mais uma falha de Gustavo Henrique, que até vinha fazendo uma boa partida. Willian Arão achou um gol no último minuto, levando o jogo para os pênaltis.

Rogério Ceni: “Eles foram inclusos no jogo, jogaram até o momento da expulsão do Rodrigo. Nós reforçamos o meio abrindo Vitinho na direita, BH na esquerda, Pedro centralizado, arriscamos um pouco mais”.

Rogério Ceni sobre saída de ER e Arrasca “Era um jogo que se fazia necessário mais velocidade. Mantemos um homem de referencia a Pedro que era o Pedro, não podia começar jogando os 90 minutos, era o que ele poderia entregar de melhor para gente”.

Rogério Ceni: “É sempre um orgulho trabalhar com gente desse nível, atletas desse nível, o resultado final não reflete nem de perto o que esse time produziu no dia de hoje”.

Rogério Ceni: “Eu acredito que eu posso continuar fazendo o meu melhor todos os dias. Isso é o que eu posso fazer, posso controlar trabalho, melhorar intensidade, fazer o time pressionar mais, rodar mais, a parte técnica, a parte tática, só não posso controlar o resultado”.

Rogério Ceni: “A Libertadores tem o maior significado dos campeonatos que jogamos aqui na AMérica do Sul. Não há como mensurar o prejuizo financeiro, de confiança que pode afetar para o dia a dia. Temos que continuar trabalhando para buscar oque falta, que é o Brasileiro”.

Rogério Ceni: “Sou muito feliz de trabalhar como um grupo como esse. Hoje faz 21 dias que estou aqui, sei o que trabalhei das 112, 14 horas, tentando fazer, pensar e realizar treinos para esse time melhora cada vez mais”.

Rogério Ceni: “Só tenho coisas boas a falar desses atletas, mas nao tem como controlar o resultado”.

Rogério Ceni: “O Pedro vinha de uma lesão, treinou apenas um dois dias. Nao tinha condições de jogar o jogo todo, ou ele tinha que começar jogando, ou no inicio do segundo tempo, seguramos o máximo”.

Rogério Ceni sb ER e Arrasca “Eu tirei para ter mais velocidade, isso tem que ressaltar, ficamos sem dois zagueiros, jogamos com Arão centralizado e a gente arriscar tudo e conseguir chegar ao empate. Conseguimos a velocidade pelos lados, a jogada com Diego…”.

Rogério Ceni: “Se o resultado nos pênaltis tivesse sido diferente seríamos tratados como herois, como não conseguimos temos que dar explicações”.

3 COMENTÁRIOS

  1. Vou rezar pra o Flamengo ficar entre os seis primeiros e se trocar o treinador não vai resolver nada…treinador não coloca a bola pra dentro do gol e se os jogadores fazem a metade dos gols que perde o Flamengo estaria em primeiro no brasileirão, ainda na copa do Brasil e na Libertadores

    • Rogério Ceni é treinador para time pequeno. Alô diretoria do mengao, tira esse cara antes que a gente perca o brasileiro tbm. Ele nos eliminou em 2 campeonatos em 15 dias. Vão esperar perder o brasileiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui