Coletiva de Rogério Ceni
Continua após a Publicidade

Rogério Ceni: “Eu conversei agora com o Gerson, ouvindo da parte dele o que o Ramirez falou para ele. Eu acho que é lamentável, o Brasil é um país que abre para muita gente, principalmente para o sul-americano. Eu lamento muito ele relatar cala boca, negro. Acho pesado demais”.

Rogério Ceni: “O Racismo não está só nisso, na cor. Está na camisa que voce veste, esta dentro de voce. Flamengo é uma torcida gigantesca, é a maior do mundo, o respeito nao pode faltar dentro de campo. Atacar um ser humano dessa maneira eu acho de um nível muito baixo”

Continua após a Publicidade

Rogério Ceni foi pergunta: O jogo de hoje foi um Ai Jesus? Ele respondeu: “Ai Jesus pelo treinador?” hahaha

+ Confira como ficou a classificação do Campeonato Brasileiro após a 26ª rodada.

Rogério Ceni: “As substituições contra o Racing deram certo contra o Racing, e hoje as mesmas substituições deixaram o Flamengo vivo no Campeonato Brasileiro”.

Rogério Ceni: “Uma vitória simbólica. O Pedro entrar e sair gol, Vitinho entrar e fazer gol… A gente arriscar tudo com Diego Ribas de primeiro volante”.

Ceni sobre Bruno Henrique: “Ele é um cara que se auto motiva, acima da média, muito bom de se trabalhar. Tem sido responsável por toda a nossa velocidade. É o jogador da velocidade, sobrevivemos no jogo nos facões dele”.

Ceni: “O árbitro, de costas, ter a certeza de que o palavra foi para ele? Nao to falando mal dele nao, mas acho que voce joga uma pressão trazer um árbitro de São Paulo… para que expor um bom árbitro? Nao dava para ter um bom senso de colocar um árbitro de outro estado?”

Ceni: “Eu nao vi nada. Eu vi ele caindo no chão, o árbitro puxando o cartão… agora no final do jogo nós só rezamos… eu converso com ele na terça-feira. Mas em breve passagem ele falou pra mim “eu nao xinguei o árbitro”.

Ceni: “Eu parabenizo os jogadores que tiveram cabeça para se manter no jogo. Eu nao gosto de tomar gol de bola parada e tomamos hoje, é algo que eu treino mto, nao gosto de tomar gol de bola parada”.

Ceni: “O Diego, talvez eu poderia ter colocado ele um pouco mais cedo. No momento que eu coloquei, eu botei o Everton de volante, eu tirei o Isla e aí depois eu fiz a correção com o Matheusinho”.

Ceni sobre o Vitinho: “Se nao fosse um jogador de explosão nao conseguiria chegar para fazer o gol”.

Ceni: “O respeito que um capitão, como é o Everton e por isso usa a braçadeira, em sair de campo alegre, cumprimentar seu treinador, cumprimentar os companheiros.. sair da maneira como ele saiu, isso ressalta o caráter, a personalidade das pessoas que trabalham aqui”.

Rogério Ceni: “Acho o Diniz um ótimo treinador, acho que ele daria certo em qualquer lugar pela capacidade dele. Julgar qualquer pessoa com 9 meses, sendo que eu me propus vir pra cá no meio de uma viagem, para enfrentar o São Paulo… eu acho mto precipitado”.

Ceni: “Eu entendo, torcedor é paixão, a gente tem que saber enfrentar as críticas, agradecer os elogios. O principal de tudo é que esse time está ganhando parte física, confiança… Esse time nao viraria esse time há um tempo atrás”.

+ Gerson acusa jogador do Bahia de racismo, assista

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui