Foto: Divulgação Maracanã
Continua após a Publicidade

O Flamengo estreou o novo gramado do Maracanã com goelada de 6 a 0 em cima do Bangu. Nesse sentindo, o resultado deve ser apenas o ponta pé inicial de uma nova relação com o maior símbolo do futebol carioca. Isso porque, após severas criticas ao campo, o estádio finalmente passou por repaginação, e agora pode voltar a ser trunfo do Rubro-Negro.

O Maracanã esteve fechado desde o início da temporada para reparos no campo, ponto alvo de criticas nos últimos anos. Sendo assim, após a obra, o estádio apresenta um gramado híbrido. Ou seja, obtém uma camada de grama sintética, o que o deixa semelhante ao encontrado na Arena Corinthians, um melhores gramados do Brasil.

Continua após a Publicidade

Fator importante na campanha vitoriosa da Libertadores de 2019, o estádio passou de “herói” a “vilão” nas últimas temporadas. As condições precárias do gramado foram alvo de criticas de jogadores e dirigentes Rubro-Negros. Dessa forma, nem o fator torcida ofuscava as dificuldades impostas pelo gramado. Como resultado, o vice-presidente de futebol do clube, Marcos Braz chegou a dizer que o Maracanã tinha o pior campo do Brasil.

“Acho que saímos do Maracanã com mais um título. Certeza absoluta: é o pior gramado do Brasil. Está um horror, não existe e não sei como que faz. Desesperador”, afirmou Braz, à época, ao canal “Paparazzo Rubro-Negro”, ao deixar o Maracanã.

Por fim, com a reforma o Flamengo se favorece e agora pode impor toda a superioridade técnica que obtém em relação aos adversários. Um gramado nas condições atuais, favorece o toque de bola, fator primordial para o Rubro-Negro, que cansou de ser prejudicado com um gramado cheio de falhas. Uma nova relação com o Maracanã começou neste último sábado.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui