Torcida do Flamengo, no Maracanã — © Alexandre Vidal
Continua após a Publicidade

A prefeitura do Rio de Janeiro publicou nesta sexta-feira decreto sem restrição de público em estádios ou outras sedes de competições esportivas. A posição flexibiliza as últimas exigências feitas pelo poder público, que liberava até 50% da capacidade dos locais dos eventos.

Para entrar em vigor, o decreto ainda depende de sanção do governador do estado do Rio, Cláudio Castro, que vai deliberar sobre projeto de lei aprovado na última terça-feira na Alerj que flexibiliza protocolos contra a disseminação da Covid-19.

Continua após a Publicidade

De acordo com o decreto, considera-se o esquema vacinal completo pessoas acima de 60 anos, após 14 dias da dose de reforço, e pessoas de 15 a 59 anos, após 14 dias da segunda dose da vacina. O uso de máscaras dentro dos estádios continua a ser obrigatório.

Como ainda precisa de aprovação do governo estadual, a liberação não vale para a partida desta quarta-feira entre Flamengo e Athletico-PR, no Maracanã. Por outro lado, o Vasco já se planeja para aumentar a carga de ingressos do jogo de sexta-feira contra o CSA, em São Januário.

Em setembro, a Prefeitura do Rio passou a liberar gradualmente o retorno dos torcedores aos estádios, desde que os clubes mantivessem uma série de protocolos para evitar a disseminação de Covid-19. No momento, é permitida a ocupação de até 50% das arquibancadas. Com o avanço da vacinação e a queda de casos e mortes, as exigências ficam mais frouxas.

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui