Continua após a Publicidade

Na noite deste domingo, o Flamengo empatou com o Red Bull Bragantino pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro e perdeu a chance de assumir provisoriamente a liderança do torneio. E uma das maiores críticas da torcida foi à demora do técnico Rogério Ceni em mexer no time.

O treinador só foi fazer a primeira substituição aos 41 minutos do segundo tempo, quando colocou Pepê e Pedro em campo, nos lugares de Gerson e João Gomes. Em entrevista coletiva no final do jogo, ele explicou o motivo de ter esperado 81 minutos para trocar jogadores, mesmo precisando marcar gols para vencer a partida.

Continua após a Publicidade

“Não mexi no time por ter mantido o controle, todo mundo motivado e ligado no jogo”, explicou Ceni.

Vale lembrar que as substituições de Rogério têm sido o principal motivo de reclamações dos torcedores rubro-negros. Ainda na Libertadores, o treinador foi criticado por tirar Everton Ribeiro e Arrascaeta no jogo contra o Racing, que culminou com a eliminação do Flamengo.

Já no duelo diante do Athletico Paranaense, ele tirou os dois e Gabigol quando o jogo estava empatado em 1 a 1. Pouco depois, o time levou o gol que daria a vitória aos paranaenses. A insistência por Pepê e a convicção de não atuar com Pedro e Gabigol juntos também irritam os torcedores.

+ João Gomes desfalca o Flamengo contra o Corinthians

Apesar de ver o Inter poder aumentar a distância para quatro pontos, Ceni não joga a toalha e crê em tropeços do colorado para seguir na briga pelo título.

“Só posso dizer que o time não desiste do título. Se jogar dessa maneira os próximos três jogos, tem chance de conseguir as três vitórias que precisa. O Inter também tem jogos difíceis”, afirmou o técnico.

Com o empate, o Flamengo chegou aos 65 pontos, um atrás do líder Internacional. Na próxima quarta-feira, o colorado enfrenta o Sport Recife no complemento da 35ª rodada. Já o rubro-negro carioca volta a campo no domingo para encarar o Corinthians.

Retirado de: Hashtag Rubro-Negro

Continua após a Publicidade

2 COMENTÁRIOS

  1. Este Rogerio Ceni, tem demonstrado e comprovado o quanto é incompetente. Que efeito surte uma substituição, aos 41minutos do segundo tempo, a não ser por lesão, o que não era o caso do Gerson e nem do João Gomes. Que prazo tiveram Pedro e Gabigol para aturarem juntos e serem avaliados ? E porque não substituiu ao Isla, quando teve aquele choque, pelo Matheusinho, que certamente não teria acontecido o gol de empate do Bragantino. Mais uma vez, mostrou que é incompetente, pois, todas as vezes, que o Flamengo teve oportunidade para assumir a liderança do Brasileiro, RC, faz uma lambança e evita tal feito. Provavelmente não seremos campeões em decorrência desse aprendiz de treinador, pois, é totalmente incompetente. FORA CENI. FORA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui