O Flamengo venceu o Vasco na última quinta-feira e viu a distância para o líder Internacional diminuir para dois pontos, mas, apesar do bom resultado do Rubro-Negro no clássico, um ponto chamou a atenção de muita gente. Gabigol foi substituído perto do fim da partida e se mostrou insatisfeito ao sair de campo, comportamento criticado por Zé Elias no programa Futebol na Veia.

“Acho que falta um pouquinho de inteligência do Gabigol. Se eu sou o treinador da Seleção Brasileira e tenho a cabeça que tem o Tite, eu não convoco ele. Eu preciso de um cara de grupo, que entenda que um dia ele vai jogar e no outro não. O futebol funciona assim, não tem uma cláusula no contrato que ele tem que jogar 90 minutos e não tem no do Ceni que obriga ele a colocar o cara em todos os jogos, sem tirar. Jogador de hoje tem que entender isso. Jogou quase o jogo inteiro, é uma falta de respeito com o Pedro que tá entrando, que aí ele vai dar direito a todos fazerem isso nessa situação”, disse o ex-jogador.

Jogador de Seleção Brasileira, Gabigol briga por uma vaga no time de Tite e os gols e bons jogos não deixam o atacante sair do radar do treinador. No entanto, para Zé Elias, a postura do camisa 9 do Flamengo pode prejudicá-lo e também o próprio time.

“É ruim para o Gabigol. Se eu sou o Tite, eu não convoco. Por mais que esteja fazendo gol, se destacando, seja bom jogador. Mas, conhecendo o Tite, ele vai preferir um outro tipo de comportamento em competições. Gabigol tem potencial de ir pra Seleção, mas ele precisa entender que o futebol mundial não permite esse tipo de situação. Se ele não gosta, ele chama o Rogério no dia seguinte pra conversar. Tem que ser inteligente. E aí você vai querer criar confusão no momento que tá jogando bem, em que tá dando certo, que o time tá conseguindo brigar pelo seu objetivo. Tem que lembrar que é o coletivo, o coletivo ganha. O Flamengo é mais importante que o Gabigol, ele tem que pensar no Flamengo, porque é o Flamengo quem potencializa o Gabigol para levá-lo para a Seleção”, argumentou.

+ Bruno Henrique igualou altura de famoso salto de Cristiano Ronaldo

O Flamengo de Ceni está dois pontos atrás do líder do Brasileiro, mas, ainda assim só depende de si para ser bicampeão nacional, por ter jogo contra o Inter. Para a próxima partida, o time carioca visita o Red Bull Bragantino, no domingo (7).

Por: UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui