Continua após a Publicidade

Multicampeão como técnico e jogador, Rogério Ceni faz sua estreia como treinador na Copa Libertadores. Hoje (24), o ex-goleiro dirige o Flamengo contra o Racing, às 21h30 (de Brasília), no El Cilindro, de olho em um feito atingido apenas por Renato Gaúcho, do Grêmio.

Campeão em 1993 e em 2005 pelo São Paulo, Ceni pode repetir a façanha do gremista, único vitorioso como treinador e jogador dentre os brasileiros. O tricolor levantou os troféus em 1983 e em 2017. Se considerados os demais profissionais, Ceni busca igualar Humberto Maschio (ARG), Roberto Ferreiro (ARG), Marcelo Gallardo (ARG), Juan Mujica (URU), José Omar Pastoriza (ARG), Nery Pumpido (ARG) e Luis Cubilla (URU).

Continua após a Publicidade

O rubro-negro é um veterano na competição continental, porém um novato no banco de reservas. Ciente de que o duelo contra os argentinos será duro, ele deu o tom do confronto em Buenos Aires:

“É um time argentino, jogando Libertadores e na Argentina. É muito difícil para qualquer time.”

VEJA TAMBÉM: Marcos Braz conta detalhes sobre saída de Jorge Jesus do Flamengo

A partida é, além de uma batalha pela Libertadores, um reencontro de Rogério Ceni com o treinador Sebastián Beccacece, algoz do hoje rubro-negro em 2017. Naquele ano, o Defensa y Justicia eliminou o São Paulo, na Copa Sul-Americana, resultado que precipitou a demissão doex-goleiro no Morumbi.

“Comecei a estudar, conheço muito o Beccacece, sei como ele gosta de jogar. Não podemos ficar nos iludindo pelos últimos resultados. Não temos que comparar os últimos resultados, porque até nós tivemos uma vitória, um empate e duas derrotas”, analisou Ceni.

Após o 3 a 1 contra o Coritiba, pelo Brasileirão, o Flamengo se encheu de ânimo para o jogo em Buenos Aires. Os atuais campeões continentais encaram a partida como uma espécie de divisor de águas do ano.

Ceni festeja ter à disposição quase todos os seus jogadores mais importantes. As únicas grandes baixas para o confronto serão o zagueiro Rodrigo Caio e o atacante Pedro, ainda em recuperação de suas respectivas lesões.

VEJA TAMBÉM: Racing x Flamengo; onde assistir, escalações e desfalques

Por conta do calendário apertado, o Rubro-Negro conseguiu o adiamento do jogo contra o Grêmio — o duelo com os gaúchos seria no próximo fim de semana, válido pelo Nacional —, o que dará ao treinador um raro tempo livre de trabalho. Na próxima terça (1), o Fla recebe o Racing no Maracanã.

Por: UOL

Continua após a Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui